segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Atualização Patrimonial - NOV/14

Olá Galera,

S&P fazendo gol aos 45 do segundo tempo

Mês de Novembro voou e pra mim foi uma montanha russa.
Fiquei 2 semanas sem abastecer qualquer cliente. Era um silencio assustador. E no apagar das luzes eles apareceram um atrás do outro. Eis a razão de só agora ter tido tempo pra postar meu patrimônio atualizado.

Vamos aos Números:


E de onde saiu cada centavo?
- Empresa    =                              1.234,25        ( 94 % )
- Trade em Opções =                       20,00        ( 02% )
- Depósitos =                                    16,00        ( 01 % )
- Rendimentos da Poupança =        37,23        ( 03 % )
                                           ______________
Total =                                   R$ 1.307,48       ( 100%)

Obtive um rendimento da Poupança menor do que mês passado. Isso foi em razão de eu haver feito uma retirada para cobrir uns buracos, mas que depois eu pude repor a sangria e os juros da poupança que eu deixei de ganhar foram contabilizados na fonte "Empresa".

Bem, como eu havia dito no Post de Outubro, esse mês de novembro foi voltado pra pagar umas dívidas e eu acredito que até janeiro seja dessa forma. Mas o Patrimônio nunca vai parar de crescer se Deus quiser.

O resultado em opções fala por si só. Foi quase zero de ganho mesmo diante de novos aprendizados. Agora o que importa é que me sinto mais forte para futuramente ganhar bons dividendos nessa área.

Abraços,

S&P

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Entrevista com o Rei dos Dividendos da Bolsa

Muitos sabem que sou um dos poucos que não tenho a bolsa de valores como uma fonte pessoal pra ficar milionário, mas a maioria da blogosfera tem essa meta contrária à minha. E por isso resolvo compartilhar com vocês uma entrevista muito interessante com um dos maiores especialista em Bolsa de Valores: LUIZ BARSI FILHO

Para investidor Luiz Barsi, qualquer um pode ficar rico com ações - InfoMoney 

(SÃO PAULO) – todos os meses, o paulistano Luiz Barsi recebe milhões de reais em dividendos pagos pelas empresas onde investe. Com mais de R$ 1 bilhão na Bovespa, ele diz que qualquer um pode enriquecer com ações. 
Tomou contato com o mercado financeiro na década de 1960, começou a investir e não parou mais.

Na entrevista a seguir, Barsi detalha sua estratégia e diz por que considera um mau negócio empresas que não são negociadas na bolsa, PGBL, VGBL, imóveis, renda fixa e caderneta de poupança:

"Torço para que as ações caiam eu eu possa comprar papéis mais baratos"

Como enriquecer na bolsa
O melhor momento para entrar na bolsa é quando acontece uma crise socioeconômica. Como tem muito incompetente neste País, crise não falta. Em 2008, uma crise socioeconômica fez com que as ações caíssem. Você acha isso ruim? Meus recursos vibraram porque eu pude comprar ações por um ótimo valor E independente do momento de entrada, é absolutamente impossível deixar de ganhar dinheiro no mercado de valores se você respeitar três regras. 
1 - É preciso investir só o recurso que você não vai usar no curto ou médio prazo. 
2 - Nunca comprar uma dica. A definição universal de investidor é aquele indivíduo que avalia um segmento da economia, os fundamentos de uma empresa, o valor de uma ação e os riscos. Já o investidor brasileiro é o especulador que recebeu uma dica errada. Veja o monte de gente que comprou ações de incorporadoras em 2008. O cara comprou Gafisa a R$ 22 e hoje vale R$ 5. A dica virou zica. Só peça ajuda a alguém se você tem absoluta certeza que ele é um vencedor na bolsa. 
3 - Nunca vender ações por necessidade. 
Além das três regras, ainda é necessário ter disciplina e paciência. Quem faz isso fica rico.
Dividendos para a aposentadoria
Eu estimulo as pessoas a montar uma carteira previdenciária. Em 2008, chegou uma senhora aqui que tinha recebido um dinheiro do seguro de vida após a morte do marido. Ela disse que estava em dúvida entre comprar o apartamento onde morava ou investir em ações para a aposentadoria. Eu perguntei a ela se R$ 67 mil por mês de aposentadoria estava bom. Ela arregalou os olhos. Eu disse que era fácil conseguir isso, era só comprar 1 milhão de ações da Eternit por R$ 3,8 milhões [preço da época]. Como a ação paga R$ 0,80 por ano em dividendos, com 1 milhão de ações ela receberia R$ 800 mil por ano ou R$ 67 mil por mês. Ela disse que não tinha tanto dinheiro. Eu disse para ela cortar um zero, que compasse 100 mil ações para receber R$ 80 mil em dividendos ao ano. Ela comprou ações da Eternit e começou a reinvestir na bolsa o que recebesse em dividendos. Com o que ela ganhou em dividendos e valorização dos papéis, hoje pode comprar todo o prédio de seis apartamentos onde mora. Não é preciso ter muito dinheiro. Comece pequeno, mas não pare. Vai chegar uma hora em que não será preciso colocar mais nada. Os próprios dividendos reinvestidos vão permitir que você continue enriquecendo.
Onde investir
Gosto de setores que a economia não vive sem eles. Eu tenho participações na Klabin, Eletrobras, Eletropaulo, Transmissão Paulista, Suzano, Ultrapar, Unipar, Eternit e Banco do Brasil porque essas empresas não vão quebrar nunca. Se tivesse que investir em um negócio hoje, escolheria algo em que o consumidor paga mesmo sem usar. Quando você viaja e fica um mês fora de casa, mesmo assim você paga algo na conta de luz. Banco é a mesma coisa. Você sempre paga tarifa. Antes o banco lhe remunerava com um jurinho mesmo que você deixasse o dinheiro na conta corrente. Hoje ele lhe cobra para ter uma conta corrente. Ele ainda toma dinheiro dos clientes pagando 6% ao ano e empresta a 200% no cartão de crédito. Outros setores que gosto são telecomunicações e saneamento.
Como empobrecer na bolsa
Há três tipos de compradores que serão perdedores natos e nunca vão enriquecer na bolsa: quem compra ações para especular, quem investe em fundos passivos que apenas seguem o Ibovespa sem fazer uma análise dos melhores papéis e quem usa opções ou contratos a termo para se alavancar. Se alavancar, virou jogatina.
Não compre na baixa e venda na alta
As pessoas geralmente examinam as cotações das ações com a ideia de comprar na baixa e vender na alta. Esse é um sentimento que o cidadão deve exorcizar. Eu compro na baixa e rezo para que baixe ainda mais. Quando você compra uma ação com o sentimento de vendê-la com um sobrepreço, você torce para que ela suba. Mas quando você tem um programa de 10 anos para enriquecer em que todos os meses você vai comprando um pouquinho mais de ações, você vai torcer para comprar mais caro? Não, né?

A Bovespa não é arriscada
O mercado de ações no Brasil não é de risco. Mercado de risco é nos EUA ou na Europa. Quem compra a ação de uma empresa lá paga muito mais do que o valor real, que pode ser representado pelo valor patrimonial. O patrimônio líquido é resultante de bens, direitos, valores e obrigações. Se você comprar um papel por menos ou muito menos que o valor patrimonial, não tem risco.
Setor elétrico é para comprar de pá
Empresas fora da bolsa
Não invisto em empresas que não estão na bolsa. As empresas de capital aberto não exigem que se faça gestão para ser sócio. Eu não quero ser dono, eu quero ser um investidor parceiro. Uma vez me perguntaram o que eu achava de um posto de gasolina como investimento. Eu disse que era uma maravilha. Então me perguntaram por que eu não tinha um. Eu disse que preferia ter 4% de 5 mil postos de gasolina da Petróleo Ipiranga. Não tem dor de cabeça e ninguém me assalta. Não exercito o sentimento de dono. Se o negócio começa a ir mal, no mercado de valores você vende as ações e parte para outra.

PGBL e VGBL são conto do vigário
Com um fundo de previdência, as pessoas não conseguem enriquecer. Você já ouviu falar do Montepio da Família Militar? Era um fundo de previdência que quebrou [em 1986, deixando milhares de poupadores na mão]. Mesmo que não quebre, esses fundos tiram tanto em taxas cobradas dos poupadores que não dá o resultado esperado. Você já tentou comprar um PGBL ou VGBL? É um conto do vigário. Fiz um e coloquei R$ 100 por mês durante cinco anos. Quando fui resgatar, havia perdido 40%.
Renda fixa
Se você anotar todos seus gastos no começo e no final do ano e comparar o aumento com o que a renda fixa lhe paga, vai ver que sempre está perdendo poder aquisitivo. Aplicar na renda fixa rende menos que sua inflação. Renda fixa é perda fixa. Eu aplicava nisso quando dava 20% ao dia. Hoje vejo que a população ficou seduzida pelos retornos daquele período de inflação galopante e juros altos. O governo não incentivou a criação de investidores, criou um bando de agiotas que emprestam dinheiro ao banco e recebem pouco.
Poupança
A gente é muito atrasado na cultura de investimentos. O brasileiro foi acarneirado. Nas décadas de 1960 e 1970, havia propagandas de bancos na TV chamando as pessoas para investir na caderneta de poupança. Na época, o próprio governo incentivava isso porque precisava desse dinheiro para se financiar. As pessoas ainda acham que poupança é garantido e não tem risco. Mas, se o banco quebrar, o cidadão só recebe de volta R$ 250 mil. Como os mais jovens começaram a perceber isso, a isca mudou. Agora a cama de gato é para os garotinhos. O banco dá à criançada um bonequinho [os “poupançudos” da Caixa Econômica Federal] se o pai abrir uma caderneta. Nunca ninguém diz para você comprar ações e ficar rico.
Imóveis
Comprar um apartamento na planta e vender depois de seis meses não é investimento, é especulação. Se der sorte de comprar um imóvel e pegar um ciclo bom da economia ou então for construída uma estação de metrô ou um shopping na região, haverá uma valorização. Mas também pode dar errado. Não tem liquidez e não dá para se desfazer de só uma parte do investimento como na bolsa. Sem a inflação, os imóveis perderam o charme. O Poder Judiciário demora para ordenar o despejo de alguém que não paga aluguel. E as prefeituras podem tirar receitas do dono do imóvel. Elas jogam o valor venal do imóvel lá para cima para cobrar mais IPTU.

** As idéias compartilhadas na entrevista não fazem parte de meus pensamentos como investidor. Estou apenas compartilhando, Portanto, analise vc mesmo e tire suas próprias conclusões.
http://www.infomoney.com.br/onde-investir/previdencia/noticia/3451575/luiz-barsi-diz-que-voce-deve-fazer-para-seu-dinheiro
Abraços,
S&P

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Oportunidades de Ouro

Opa! Achei uma.

Ontem fui na casa de um colega que mora dentro de um luxuoso condomínio fechado localizado dentro da capital. A residência dele fica na última rua do extenso e "singelo conjunto habitacional". O bom é que até chegar nessa última rua você já apreciou todas as "casas". Ah e só um detalhe: Não se vê nenhuma casa pois só existem mansões.

Papo vai papo vem, ele falando da viagem ao exterior que fará na virada do ano e bla bla bla, Aí surgiu o assunto da compra do Lote da residência em que ele mora. Preço do Terreno: R$ 100 mil. Já não bastasse eu ter ficado espantado com tamanha oportunidade conquistada por um preço "simbólico", ele começou a relatar o caso de outros lotes adquiridos por outros moradores há uns 5 anos por 60 mil no início do projeto e ainda parcelados em 18 ou 20 x.
A cara de besta do S&P ouvindo os relatos do seu Amigo Rico

Nem em pré-lançamento de condomínios luxuosos você encontra com frequência Lotes por esses preços. Isso se chama Oportunidade.
Esse meu amigo contou os casos desses felizardos donos dos terrenos que agora querem vender de R$ 1.500.000 a 1.800.000 o Lote. E ele acha que pra venda ser efetuada é só uma questão de tempo.

Eu acredito que a paciência e a constante procura são requisitos fundamentais pra todo investidor de sucesso e isso serve pra qualquer área. É um erro acharmos que a melhor época de fazer excelentes negócios já se foi.
Me lembro que, no início do meu Blog, estava falando em um Post sobre um tipo de investimento fora do mercado financeiro e um Anônimo Imbecil comentou: "Mais um cara expulso da Bolsa de Valores por não ter estudado direito".
A maioria de vocês da Blogosfera investe grande parte de seus recursos na Bolsa. E não sou contra nada disso. Pelo contrário, torço e sempre comento com palavras de apoio e força pois fico feliz em ver o sucesso de vocês.
Mas se chegar alguém e disser que é na Bolsa que se tem as grandes "bocas" aí já é uma ofensa à minha inteligência.

A verdade é que há Grandes Oportunidades em inúmeros setores. Em uns mais, outros menos.
E a melhor forma de amenizar os riscos e identificar boas oportunidades é você se aprofundar na área em que deseja investir para assim obter o Feeling do negócio. Como diz Gustavo Cerbasi: "O melhor investimento é aquele que você mais conhece"

Aqui vai umas fotos de uma mansão que está à venda nesse Condomínio.





Sucesso a todos nós.
Abracos,
S&P

domingo, 2 de novembro de 2014

Atualização Patrimonial - OUT/14

Que Outubro Tenso, hein?!! Tudo por causa da eleição Presidencial. E com isso a Bolsa de Valores se comportou de forma bem instável.
Querem saber o sufoco pelo qual o "Simples & Próspero" passou pra conseguir bater a meta de R$ 16.850 nesse mês período? Então saquem só o GIF abaixo

"Simples & Próspero" conquistando A Maior reviravolta de Todos os Tempos.

Infelizmente a Dilma ganhou a eleição mas eu creio que nada é por acaso. O que é do PT está guardado.
Aprendi que a minha esperança não está no homem e sim em Deus e é com Fé Nele que você conquista o Pão de cada dia.
Abasteci meu último navio do mês bem no dia 31/10 o que me permitiu superar a meta literalmente aos 45 Minutos do Segundo Tempo com um jogo sem direito a acréscimos.

Mas só há uma coisa a dizer: Missão Dada é missão Cumprida.

Vamos aos Números:

E de onde saiu cada centavo?
- Empresa    =                              4.793,43        ( 82 % )
- Trade em Opções =                     320,00        ( 05% )
- Depósitos =                                  716,00        ( 12 % )
- Rendimentos da Poupança =        55,04        (   1 % )
                                           ______________
Total =                                   R$ 5.884,47       ( 100%)


Eu levei um baque violento na Bolsa de Valores. De 100% do que eu tenho na Carteira de opções, simplesmente estou com 95% parados em opções da Petrobrás. Resolvi fazer uma compra violenta nesses "papéis" na sexta-feira que antecedia o Último Domingo de votação acreditando numa vitória do Aécio Neves. E com a vitória do PT, o preço dessas opções simplesmente zeraram. Acredito que até o dia 17/11 (data de vencimento delas) elas devam subir um pouquinho que seja para que eu as possa vendê-las pra assim eu recuperar minha bendita carteira. Como todos sabem, essa grana que está lá não faz parte de meu Patrimônio e é por isso que qualquer perda nesse segmento não afeta negativamente meu Patrimônio.

Esse mês de Novembro estou com uma meta mais modesta (Chegar em R$ 20.500 - que é um crescimento de 21,37%) pois tenho que pagar IPVA do meu carro e quitar outras dívidas chatas.

Mas tudo é possível ao que crê.

No Próximo Post pretendo falar um pouco sobre meu Plano de Viagem à Passeio aos EUA pro ano de 2015 que já estou colocando em prática.

Abraços,

Simples & Próspero


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Sonhando com a Riqueza - Reta Final das Eleições. Tudo ou Nada!

Hoje passei por um situação inusitada.
Estava conferindo o resultado da Lotofácil com um jogo que havia feito. Olhando rapidamente eu vi que todos os números do meu bilhete estavam batendo com o resultado. Ei "pera!!!"


Olhei ao meu redor e reconferi número por número e BINGO!! Acertei os 15 números.

S&P descobrindo que ganhou na Loteria

Decidi não contar pra ninguém. Pensei: "Não acredito. Cheguei lá. Meu dia chegou"

E de repente eu acordei. Égua!!!!!!!

É sério gente. Parecia tão real mas tão real que fiquei chateado quando percebi que tudo era apenas um sonho.
O bom disso é que consegui lembrar de 8 Números do bilhete "premiado" e que agora pretendo usar até esse sonho virar realidade.
Pra quem precisava acertar 15 Dezenas, eu tô bem na foto porque só me restam 7 hehehe,


Opções Despencando na Reta Final das Eleições
Voltando à realidade agora :S
A Petrobrás já somou perda de 13% em 3 dias. Perdi uma boa grana operando em opções. E isso é só o princípio das dores caso a Dilma ganhe. A realidade é que, como eu já disse aqui, os investidores não gostam da forma como a dentuça administra o País. Que dirá então a forma como ela trata a Petrobrás.
Eu acredito que amanhã tanto as ações quanto as opções da Petro continuarão caindo. Mas sexta feira (último dia útil antes de sabermos quem será o Presidente) quem sabe a galera comece a especular na esperança de ter o Aécio como nosso novo governante.
Estou pensando seriamente em injetar uns trocados nas Opções da Estatal pra ganhar uma grana com a possível vitória do Aécio.

Agora é aguardar.


Ah!E pra não pensarem que sou egoísta com meus parceiros da Blogosfera,   aqui estão os números com que eu sonhei:


Abraços e Boa Sorte,
S&P



sexta-feira, 10 de outubro de 2014

CNH - 182 Pontos na Carteira

Certificado do "Simples & Próspero"

Até parece uma continuação do Post anterior aonde eu falei de uma das minhas besteiras feitas na vida.
O Título acima diz tudo. Levei 182 Pontos na Minha Carteira de Habilitação por causa de 27 infrações de trânsito. Tô na Roça!!
Isso se deu porque em 2012 eu comprei umas motos ( maioria 0 Km), botei elas na mão do meu irmão mais velho que as alugava pra pessoas usarem pra serviços de Moto-Taxi. E os caras socaram multas sem dó.
Dispadaramente foi a maior cagada que eu já fiz . No início estava tudo mil maravilhas. Eu recebia um total de quase R$ 100 por dia de aluguel e meu irmão tinha uma parte menor no valor das diárias pois era ele quem administrava o aluguel de todos os veículos.
Com o tempo ele foi afrouxando com os Inquilinos que começaram a fazer uma multa atrás da outra como Dirigir sem capacete, andar na contra-mão, andar sem habilitação. Não quero nem contar o resto porque me dá raiva só de lembrar. Cheguei a lidar com alguns motoqueiros. Imaginem pessoas pobres (de cabeça) da baixada , burras, metidas a malandro que não sabem nem contar de 1 até 10 mas que acham que podem te enganar. E olha que nas vezes em que tomei frente da situação, eu me livrei de muita safadeza contra mim.

Meu irmão me sacaneou tanto que chegou até a vender uma moto minha, que tinha só 6 meses de uso, sem eu saber. Ele pediu para eu assinar o DUT (Documento Único de Transferência) alegando que isso me evitaria de levar pontos na carteira (nessa época eu nao entendia muito dessas documentações) em casos de multa. Confiando nele, eu assinei. Aí 6 meses depois,quando eu suadamente quitei ela toda assim que consegui cobrir todos os cheques pré-datados, eu pedi a moto de volta. Ele disse que havia vendido e que ia me devolver o dinheiro. Até hoje não vi a cor dessa grana e com certeza nunca verei. Nem espero mais por isso.
Na época marquei reunião com meus pais e na frente do "mano" eu descasquei o abacaxi. O que meus pais poderiam fazer? Só lamentar.

Ontem fui no Detran pra ver minha situação. Resta responder por quase 100 pontos na carteira.
Assinei mais de 20 vezes meu nome em várias folhas, Saí de lá com 11 Processos na mão e tenho 15 dias para voltar lá com alguma defesa por escrito de cada um dos 11 processos. Para assim obter o direito de renovar a minha CNH e poder usá-la enquanto não sair o resultado de cada um desses processos.
E toda vez que alguma condenação sair, terei que devolver ao DETRAN pessoalmente a minha CNH pra cumprir a pena (perca do direito de dirigir) por um determinado período.
Corro o risco de ficar de 2 a 3 anos sem habilitação.

Gosto do meu irmão pois é sangue que corre nas veias. Já fiquei com muita raiva dele mas hoje já passou. Não vale a pena passar a vida sem falar com o único irmão que você tem. Mas nunca tive tanto stress como nesses episódios que relatei aqui.
Fazer negócios com parentes? Jamais!
Nem se meu irmão chegasse comigo pra trocar uma nota de R$ 100 por 2 de R$ 50 eu não trocaria pra não correr o risco de ter nas minhas mãos uma nota falsa vinda da parte dele.

Torço por ele mas pra termos negócios juntos de novo? Nunca mais. Ele lá e eu aqui. Deus o abençoe.

Deveria ter enfrentado tudo isso quando as primeiras multas começaram a surgir. Mas pensei que elas iam parar com a troca de motoqueiros mas tudo foi só piorando.
Mais uma lição pro S&P: Não confie muito nem nos mais próximos.

Agora é tomar postura de homem e enfrentar todos esses problemas.

Caminhando,

Simples & Próspero.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Ai que Buro. Dá Zero pra ele!

Até Silvio Santos tem seus momentos.

Quem nunca fez algo tão sem noção e que depois não tenha se sentido o pior dos idiotas? Ou o melhor dentre eles. Pois eu já fiz e me senti como o tal. É o dia em que você leva zero na Prova da vida.
Já cometi besteira que foi algo tão irracional que tenho até vergonha de contar. É serio. Pois só de lembrar sinto vontade de me xingar.
São atitudes que nunca revelei a alguém mas que só vou falar no Blog porque aqui eu fico no anonimato hehehe.
Contarei só uma delas ocorrida há alguns anos.

Jogo Máximo da Lotofácil
Sempre gostei de estatísticas, números e probabilidades . E ao conhecer o jogo e as probabilidades de ganhar mais de R$ 1 Milhão num jogo da Lotofácil (1 em cada 3.268.760 enquanto que na Mega-Sena a chance de vc levar o prêmio maior é de 1 em mais de 50 milhões) , eu virei uma calculadora ambulante. Eu fazia alguns jogos sempre estudando formas de diminuir essa probabilidade de me dar bem com esquemas de jogatinas e combinações de números. Ao meu ver eu estava juntando a fome com a vontade de comer = Ficar Rico e sair do meu trabalho que na época sugava bastante meu tempo e minha saúde.
Eu tratava os gastos como investimento ao pensar que todo dinheiro desperdiçado um dia iria retornar pra mim através de um único acerto de 15 Pontos. E eu realmente acreditava na possibilidade de ganho pois, acertava 11, 12 e até 13 pontos muitas vezes.
Eu acompanhava fóruns sobre o assunto e analisava esquemas e mais esquemas sem parar. Cheguei até a comprar livro sobre o tema.
Um simples jogo custava na época R$ 1,25. Nele você marca 15 Dezenas (dentre os números de 1 a 25) e se elas baterem com as 15 Dezenas Sorteadas...Bingo!! Prêmio Máximo (R$ 1.500.000 se levar o prêmio sozinho). Você pode inclusive escolher mais de 15 Números num único jogo. Mas claro que assim o custo será maior. Como mostra a imagem abaixo e suas probabilidades:

Certo dia depois de alguns estudos eu resolvi ousar. Fiz um jogo escolhendo 17 Dezenas. Como você pode notar na tabela acima, o custo foi de R$ 170. Resultado: Das 15 dezenas sorteadas eu acertei 12 e recebi R$ 200. Um lucro de R$ 30.
"Simples & Próspero" se achando depois do lucro

Mas por mais arriscado que seja um desafio, muita das vezes quando começamos a ganhar, simplesmente perdemos a noção do perigo. E aí é o começo de um fim trágico. E comigo não foi diferente.

Adivinhem o que eu fiz depois desse ganho? Fiz a aposta máxima da Lotofácil. Escolhi 18 Dezenas. Valor da aposta? R$ 1.020 por jogo
Apostei.E depois segui pro meu emprego sem conseguir pensar em outra coisa que não fosse o resultado que sairia na noite do mesmo dia.
Será que é hoje que eu levo meu milhão ?? Afinal de contas, dentre 4.005 jogos, um era meu. Chegando em casa eu dei de cara com a verdade: Dos 18 Números selecionados que eu escolhi (dentre os 25), acertei apenas 09 e incrivelmente dos 7 números não escolhidos por mim, 6 resolveram sair. Resultado? R$ 1.020 jogados na lata do lixo.

Foi como um tapa na cara.
- Égua não! Mil e poucos reais num jogo? Seu imbecil! Isso é mais do que um salário mínimo. Tu é muito burro!!!
- Ei peraí.Tu me chamou de Burro? Tu acha mesmo que eu fui? Então coloque esse xingamento ao dobro Pois eu fiz dois jogos de Mil e pouco nesse mesmo dia.
Como eu me senti depois do resultado

Pois é. Acreditem. Fiz mesmo. Por isso eu digo que não tem como ser mais burro que isso.

Espero que essa história cômica (= trágica) te leve a refletir sobre a facilidade que temos de ser ludibriados pelo nosso maior inimigo. Nós mesmos. Mas e você? Acha mesmo que nunca cairia num erro como esse? Hum.. pode não ter sido na lotofácil mas quem sabe já deves ter agido num mesmo grau de burrice em outra área da vida. Hehehhe

Nunca duvide da capacidade desse seu maior inimigo. Como Eike Batista, um dos caras antes considerado um dos mais ricos do Mundo, que nunca pensou que um dia o seu patrimônio de bilhões de dólares se transformariam em dívidas de mais de 1 Bilhão de Dólares contra ele por causa de suas próprias decisões. Dinheiro não aceita desaforo. Ele não te dá uma segunda chance. Vc o perdeu? Então terás que correr atrás de outra grana porque a que você tinha não voltará mais.
Pé no chão, estudar e pensar muito antes de tomar qualquer atitude que envolva nosso suado dinheirinho.

"Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia aprende com os erros dos outros" - Augusto Cury

Abraços,

S & P.





quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Atualização Patrimonial - SET/14


"Simples & Próspero" dando um rodado nas metas de Setembro.
Restou só Caixão e Vela Preta.

Perspectiva financeira de Setembro Superada. E além do que finalmente estou sendo pontual na publicação do Patrimônio Atualizado ao postar logo nos primeiros dias do Mês. Com disciplina se vai longe.

Antes de irmos aos números, não custa nada lembrar de umas frases já ditas por mim no Post do Patrimônio de Agosto:
Alvo:
- Para servir de parâmetro e motivação, eu resolvi montar um planilha com metas que vai de 18/08/14 até 10/04/2015 (169 Dias úteis). A cada mês eu vou mostrando o período, a  perspectiva e a realização de cada etapa (como mostrados na tabela da imagem abaixo)
Fonte dos Aportes no Caixa da Independência Financeira:
- Retiradas do Caixa da Empresa (Parte do Lucro da empresa);
- Trades em Opções (Lucro das minhas brincadeiras de Trades em Opções);
- Aporte (Do meu "salário" que obtenho da minha empresa para manter meu padrão de vida, de vez em quando tirarei algo do bolso para depositar no Caixa da IF);

Vamos aos Números:



Hoje estou com R$ 11.005,53 o que significa Evolução de R$ 3.667,53 (45,75%) em relação ao mês passado. 

E de onde saiu cada centavo?
- Empresa    =                             2.620,00        ( 71 % )
- Trade em Opções =                     513,00        ( 14 % )
- Depósitos =                                 510,00        ( 14 % )
- Rendimentos da Poupança =         24,53        (   1 % )
                                           ______________
Total =                                   R$ 3.667,53       ( 100%)

Todo esse dinheiro está na Poupança. E é aonde eu não colocarei mais nenhum centavo. Os próximos aportes serão destinados a investimentos em Fundos Imobiliários.

O próximo passo (Pra 03 de Novembro) é chegar em R$ 16.850,96. Uma perspectiva de Crescimento de 53,11%. 

Vida Pessoal
Meu filho tá cada vez mais lindão. Ser pai é uma dádiva de Deus. Meu casamento tá uma bênção.

Eu fiz umas extravagâncias em setembro e com isso umas contas que ainda irão vencer. Mas acredito que isso não irá comprometer meu alvo financeiro.


"Contas a Pagar" esperando pelo Simples & Próspero

Negócios
Foi um bom mês pra empresa. Tive boas vendas. E pra Outubro a perspectiva também é boa.

Blogosfera
Percebi que setembro foi um mês bem devagar na Blogosfera. Quase ninguém postando novidades (começando por mim).
Tivemos uma perda muito grande com o Fim do Blog do ByeByeBrazil (BBB). Uma pena mesmo pois eu sou fã do cara e foi o cidadão que me inspirou a ter hoje meu Blog.

No mais, é só pessoal.

Abraços,

Simples & Próspero.




sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Ladeira Abaixo

Tanto se fala em Petrobrás e não quero ser repetitivo. Quero apenas compartilhar o que tenho reparado em muitos que defendem o PT.


De 2 meses pra cá, eu tenho tido o desprazer de ver uns 3 ou 4 papéis da Petrobras virarem pó. Opções que chegaram a valer R$ 3,00 e que hoje, 10 dias depois, estavam sendo vendidos a R$ 0,02. 
Isso é resultado da avacalhação que o Governo tem realizado em nosso país.
E aí eu te pergunto: Qual pessoa vai querer investir numa empresa como Petrobras depois de tantos escândalos? O interesse deles vai embora e a valorização da companhia vai junto ladeira abaixo.
É fato: Toda vez que a Dilma melhora nas pesquisas, as ações da PETRO na mesma hora despencam. Hoje foi mais um dia: PETR4 por exemplo fechou o dia com quase 6% Negativos. Pois o investidor acredita que a estatal não vai pra frente com a atual administração.





Eu não consigo entender pessoas que defendem esse governo. Parece que muitos ou ao grande maioria vota no PT por questão de interesse pessoal em acreditar que com a Gangue do Tio Lula o seu emprego vai melhorar, seu filho continuará tendo bolsa família, professores serão mais valorizados. E não me refiro à gente pobre e que precisa de Bolsa Família. Me refiro a gente grande, instruída.
Precisamos analisar uma candidatura de forma geral. Ou seja, levando em conta o benefício que esse possível governo pode trazer em várias áreas da sociedade e não apenas por meu interesse próprio.
E que não venha alguém me dizer que sou contra PT porque é um interesse meu pois cheguei a ter papéis da Petrobras. Pois engana-se quem pensa que você só ganha dinheiro na Bolsa de Valores quando alguma ação sobe. Na queda também há lucro. E muito.
Meu sentimento é de tristeza por ver tanta corrupção num só lugar e ver gente que ainda acredita nesse governo. 

Triste.

S&P.


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Atualização Patrimonial - AGO/14

Agosto foi com toda certeza um mês radical na minha vida. Retalhei todo o meu patrimônio financeiro. Praticamente zerei minha carteira pois não aguentava mais a montanha russa em que estava vivendo. Mais detalhes de como tudo aconteceu você pode ver no meu último Post.
As coisas na empresa correram super bem. Até adianto que no meu próximo post falarei um pouco do meu trabalho de Ship Chandler.
Com a divisão de meu Patrimônio, o que me restou em carteira no dia 18 de Agosto foi R$ 2.400.


Para servir de parâmetro e motivação, eu resolvi montar um planilha com metas pra daqui até o dia 10/04/2015 (169 Dias úteis). A fonte de meus aportes é meu lucro na empresa e uns rendimentos vindo de minhas brincadeiras em opções.
E de acordo com essa planilha, hoje (08/set) a minha meta era de estar já com R$ 4.702,05. Mas graças à Deus com trabalho e disciplina eu já estou com R$ 7.338,00. Nada mal também para quem já estava querendo também alcançar R$ 8.856,92 no dia 01 de Outubro.
Eu montei um gráfico super fuleira mas prometo no próximo Post sobre esse assunto mostrar um visual mais decente.

Começar praticamente do zero é desmotivante. E ainda por cima alcançar o meu grande objetivo, que é a independência financeira, é algo pra poucos e eu serei um deles. Você precisa encontrar motivações pra seguir em frente. E a ferramenta que eu tenho é a Fé. 

Me perdoem pela demora nessa postagem. Tenho também por meta ser um cara mais disciplinado e postar a atualização do Patrimônio no período certo também é um compromisso a ser cumprido.

Segue abaixo o fundo musical de minha vida nesse mês de Agosto:


Abraços,
S&P.


quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Recomeçar

Olá Galera.

Um Problema!

Nunca ganhei tão bem. A companhia está caminhando em lindos passos, obrigado. Navios têm comprado Rancho em grande quantidade e os lucros tem sido maravilhosos.
Mas a grana de tudo (Pessoa Física e Pessoa Jurídica) tá toda junta e misturada. Essa é a cagada. 
Me sinto no topo da montanha porém em piso de vidro.


Desde o início da Empresa (há 1 ano), eu tenho colocado tudo numa só conta o meu dinheiro pra aposentadoria, o dinheiro pessoal e o caixa da empresa. E eu havia pensado em deixar dessa forma só durante o início da minha nova jornada de trabalho, pois era o momento necessário pro meu capital pessoal ser usado como fluxo de caixa da empresa.E eu fui protelando a situação.

Ignorei, por mais tempo do que devia, uns dos princípios de todo investidor: "Nunca coloque todos os seu ovos numa cesta só"

Isso tem se tornado um problema pra mim. Pois qualquer acontecimento fora do planejado tem afetado o crescimento do patrimônio. Tenho me sentido bastante refém de qualquer imprevisto. E os valores que deveriam estar devidamente separados de acordo com seu destino, na verdade ficou esse tempo todo numa só carteira.

Diante dessa situação desconfortante, com medo de ver todo meu penoso trabalho se tornar em vão (diante de uma série crise que possa vir a existir) e depois de alguns conselhos recebidos pelo Blog, eu resolvi fazer sérias mudanças.
Separar tudo. Nem que pra isso seja preciso zerar a minha carteira projetada pra Independência Financeira. E foi praticamente isso que eu fiz.

Recomeçando

Separei meu patrimônio total (R$ 39mil) da seguinte forma:
- Fluxo de caixa da empresa;
- Mercado de opções (pouca coisa);
- Futuras compras;
- Emergências;
- Aposentadoria (quase nada).

Tudo (valores oriundos do rendimento em opções e lucro da empresa) o que for destinado pra minha aposentadoria, permanecerá intacto na poupança sem qualquer possibilidade de diminuição na carteira. Se Deus quiser. Esse pelo menos é meu plano até Abril/2015

Dá!! Dá raiva sim começar praticamente do zero. Mas eu preciso enxergar essa mudança como um investimento feito pra ter mais tranqüilidade e estabilidade. E pra mim, tranqüilidade é uma das características de quem tem uma boa qualidade de vida.

Tranqüilidade porque a minha empresa será independente de meus recursos financeiros pessoais; tudo o que estiver na minha carteira de aposentadoria estará blindado de imprevistos e livre de futuras aquisições como a compra de minha casa (Daqui pra 2 anos), a troca de carro, viagens e etc.

Como eu disse no início do post, a empresa está bem de vida e deixando ela melhor estruturada, a tendência é de um maior crescimento.
Não tenho tanta pressa de me aposentar. Pois gosto do meu trabalho, não sou escravo de chefe e de horários de expedientes. Meu filho tem apenas um aninho de idade  e quem sabe até os seus seis anos eu já esteja aposentado financeiramente.

Independência Financeira continua sendo um sonho sim. Eu não paro de pensar nela. E vendo meu patrimônio crescer daqui pra frente com segurança é algo que será bastante prazeroso.


Abraços e Fiquem na Paz.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Patrimônio Financeiro Julho/14 –> R$ 42.840,90 ou + 5.840,90 (+ 15,79%)


Olá Galera.
            Graças a Deus mês de Agosto na área e terminei mês de Julho mais rico. Ou menos pobre, como acharem melhor heheheh.
            Durante os dias úteis de Julho eu ficava na capital tratando de algumas obrigações e nos fins de semana, eu fugia pra uma casa de veraneio aonde minha mulher curtia férias com a família dela. E assim o clima que reinava dentro de mim ainda era de descanso.
            Na empresa tudo calmo, sereno e tranqüilo. E mais uma vez não fiz muitas cotações.
            Realizei apenas dois abastecimentos. Porém o serviço nesse último navio foi simplesmente minha melhor venda do ano.

            Se não fosse algumas contas extras a pagar e outros “benditos” contratempos, seria bem provável que eu pudesse ultrapassar meu maior patrimônio já alcançado de 50k em Abril desse ano. Meu grande desejo é ser um cara sem prestação alguma pra pagar. Gastando apenas com contas burocráticas e pagando tudo à vista.
            Mas amém. O que importa é a evolução. Como dizem alguns: “Devagar e sempre”.
            Seguem os números:
         

           Abraços.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Não falta Dinheiro. Falta interesse.

Olá Galera,
 Esse artigo, que mostro abaixo, já tem uns anos que eu li pela primeira vez. Mas ele nunca tem sido tão atual quanto os dia de hoje.
Vale a Pena ler até o fim.

"Frankfurt, Alemanha, quarta-feira, 17h06. Chego caminhando à estação de trem, onde pegaria a composição para Koenigstein para reencontrar minha família após compromissos na Feira Internacional do Livro. Ao pesquisar os horários de partidas, lá estava: Koenigstein, 17h19, e outro meia hora depois.
Durante os 13 minutos que me restavam, comprei sem enfrentar filas a versão germânica do nosso café e pão de queijo: um suco gaseificado de maçã e um pretzel quentinho. Saboreei enquanto assistia ao movimento da estação. Ao ver meu trem chegando, liguei para dizer que chegaria em casa às 17h43.
Pontualmente às 17h19, vi a paisagem começar a correr pela janela, inspirando-me a refletir sobre como a típica precisão alemã criara um momento agradável em meio a um intenso dia de trabalho.
Se não soubesse o horário do trem, ficaria aguardando ansiosamente na plataforma. Certamente, aquele vendedor de pretzels vende mais do que os quiosques de pão de queijo brasileiros, pois a previsibilidade na partida dos trens diminui a ansiedade das pessoas e evita a aglomeração nas plataformas. Mais vendas significa mais dinheiro circulando, mais prosperidade na economia.
A previsibilidade pesa no bolso do trabalhador alemão, que tem mais tempo para consumir? Não, pois ele também usa o tempo livre para produzir mais, seja trabalhando ou estudando. Contando com transporte público eficiente perto de casa, os alemães podem dispor de mais tempo com a família, ter hábitos mais saudáveis e viver uma vida mais previsível. Resultado: menos estresse, menos ansiedade e menos problemas de saúde. Provavelmente, seus gastos com eventuais quitutes ou revistas enquanto aguardam o trem não pesam no bolso, pois em países como o Brasil esse dinheiro também é gasto, só que com tratamentos de saúde.
Se para ir aos meus compromissos aqui no Brasil pudesse contar com horários precisos de saída do transporte, certamente diminuiria os intervalos que faço para compensar problemas de tráfego e tempo de espera. Produziria mais, ganharia mais e também consumiria mais. Meus clientes sabem por que praticamente aboli reuniões em minha agenda. Em São Paulo, para fazer uma reunião de uma hora a 10 KM de meu escritório, gasto cerca de três horas do meu dia, contando o deslocamento de ida e volta. Não funciona.
Está aí um aspecto do “custo Brasil” que vai além da óbvia carga tributária, do custo da burocracia, da cara infraestrutura e do custo dos serviços de fura-fila como despachantes e entregas expressas.
Com uma infraestrutura subdimensionada, o trabalhador sai de casa mais cedo, volta mais tarde, descansa menos, produz menos, é mais ansioso, adoece mais e consome menos. Nossa infraestrutura é cara por falta de planejamento, que, por sua vez, decorre de falhas na educação. A educação ineficiente cria um contingente de profissionais subcapacitados que exercem funções que pouco agregam em produtividade e muito pesam no custo.
Ascensoristas, despachantes e motoboys são exemplos de funções perfeitamente dispensáveis em países que contam com elevadores seguros, burocracias adequadamente dimensionadas e trânsito fluido.
O sindicalismo exacerbado, que briga para preservar profissões ultrapassadas, é outro componente de custo. O salário do frentista pesa no preço do combustível, mas existe mesmo que até uma criança seja capaz de abastecer com uma bomba automática. Contamos com cancelas automáticas que reduziriam o custo de estacionamentos, não fosse a imposição de ter funcionários para colocar o tíquete na máquina por nós. Ao mesmo tempo, faltam técnicos competentes para fazer máquinas que não falham.
Educação limitada sai caro, prejudica nossa capacidade de planejar e torna o Brasil menos competitivo.
Precisamos de menos chefes e mais engenheiros e administradores competentes. Precisamos aprender a planejar, o que nunca soubemos fazer. À nossa nação não falta dinheiro. Falta apenas saber empregá-lo melhor.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Patrimônio Financeiro Junho/14 –> R$ 37.000 ou - 8.212,80 (- 18,16%)

Olá Galera,
             Mês de Junho se foi e levou consigo a minha vontade de trabalhar. Pelo menos até começar o mês de Agosto.

"Simples & Próspero" curtindo a vida

             Desde o dia 15/06 o meu desejo de largar tudo para curtir um "recessozinho" já era notório até aos olhos da minha esposa. Tanto que não postei nada no Blog e nem fiz cotações para alguns navios nos quais eu havia conseguido contato. Trabalhei? Lógico que sim mas não da forma tão intensa e louca como foi de Agosto/13 até Final de Maio/14
           Mas calma. Meu sonho de conquistar a independência Financeira não esmoreceu. Ele ta mais vivo do que nunca. O que aconteceu foi apenas alguns stresses que aumentaram a minha vontade de dar uma descansada para assim repor as energias e voltar com tudo em breve.
           Copa

Bem, a Copa para nós acabou ontem. Eu curti, achei lindo ver tanta gente de várias nações por aqui até porque sei muito bem o que é conhecer gente de outra cultura através do meu trabalho e isso é um dos motivos pelo qual curto minha profissão. Me alegrei com jogos de final emocionante e ontem me entristeci da pior forma possível pois, o que aconteceu foi UNBELIEVABLE. 
Mas bola pra frente porque o que eu também tive de prejuízo nos meus negócios por causa desse evento no Brasil não foi brincadeira. Eu perdi mais dinheiro do que muito torcedor canarinho que saiu de seu estado pra ver os jogos do Brasil ao vivo nos Estádios. Para vocês terem idéia, a melhor Venda do ano eu não pude fazer porque o navio me pediu Rancho pouquíssimo tempo antes de ir embora. Daria até tempo de comprar e entregar o material ao cliente senão fosse o horário excepcional de fechamento dos supermercados nos dias de jogo da seleção e nos domingos também.
Só me restou dizer não ao Capitão.
Investimentos

Como sempre a minha empresa tem sido minha principal fonte de renda e a minha prioridade nos  meus investimentos de tempo e dinheiro.
Retirei a grana que eu havia colocado em Fundos Imobiliários. Deu até um bom rendimento mas precisei sacar tudo. E quem sabe até final desse mês eu possa voltar a investir nesse segmento.
Desde o final de maio eu tenho realizado uns Trades em Opções. Tem sido um período de muito aprendizado e no futuro pretendo falar mais dessa área emocionante.

Resumindo...


Abraços e Deus continue abençoando a todos nós.

            

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Patrimônio Financeiro Maio/14 –> R$ 45.212,80 ou - 5.037,39 (- 10,02%)

Daniel Cormier (Mês de Maio) VS Dan Henderson (Simples & Próspero)




Olá Galera.
           Depois de muita resistência e má vontade da minha parte pra postar a atualização do meu humilde patrimônio, eis me aqui.
           Má vontade essa causada pela diminuição do meu caixa. No último Post desse tema (no mês passado) eu havia dito: “Investidor terminar o mês com menos do que quando começou? Isso não existe”. Pois é, queimei a língua.
           Mês de Maio é um mês pra esquecer ou pra tirar como lição. Parece que todos os imprevistos do ano surgiram nesse mês.
           E vamos aos detalhes sórdidos:
1 – Filho Doente
            Não é querer ser dramático não. Mas só quem tem filho pequeno em casa sabe da aflição (financeira e emocional) que é vê-lo ficar doente. É um saco. Narizinho entupido, bebê de manha, gemidos e choros, acorda de madrugada mais vezes e enquanto isso a fatura do cartão de crédito vai lá pra cima. Mas confesso que não consigo ficar de mal humor com ele em nenhum momento. Tudo isso vale a pena sim, pois nessas horas não tem dinheiro que pague ver seu filho gozando saúde. E Graças a Deus ele está bem melhor.
2 – Carro para a Empresa
            Depois de muito explorar o carro da minha mãe fazendo minhas compras para os clientes, chegou a hora de ter meu próprio carro para trabalhar. Já comecei a pagar algumas parcelas que não é nada barato: R$ 975 mensais mas só durante 18 meses. É um instrumento de trabalho necessário e não posso fugir disso.

3 – Mercado
            Bastou meu amigo BBB me perguntar se na área em que eu trabalho há momentos de pico, que nesse mês pareceu que todos os navios combinaram de não comprar comida.
            Todo ano há um mês em que as vendas caem e isso é normal. Muitos contratos de tripulantes (que são semestrais ou anuais) vão chegando ao fim e isso abala as companhias resultando na economia de Rancho pro Navio.
            Para vocês terem idéia, eu só consegui fazer meu primeiro suprimento do mês no dia 20/05. #Tenso.
            Outro baque: Meu principal cliente não está mais pegando rancho comigo. Resolveu trocar de fornecedor. Como não existia contrato entre nós, ele resolveu mudar alegando umas desculpas sem muito fundamento. Tentei conversar mas não teve jeito. Paciência. No comércio certas coisas acontecem sem entendermos a razão mas sei que naquele mato tem cachorro (interesses por trás dessa mudança).

Investimentos
            Motivado por um amigo daqui da Blogosfera, resolvi colocar um dinheirinho em Fundos Imobiliários. Investi um total de R$ 8.026 em Fii.


            E o resultado de tudo isso...

           

           Bem, chega de chororô e mimimi. O que passou passou. Com fé em Deus, muito trabalho e planejamento a gente se levanta e continua na caminhada. E sem contar que nem tudo foi tristeza nesse período. Comecei aplicar em Fundos Imobiliários, tô conhecendo uns investidores em Bolsa de Valores que percebi que sacam muito da área, meu filho tá crescendo e com ótima saúde, meu casamento tá uma bênção, a igreja aonde eu congrego está mais envolvida em missões e é isso o que importa.
         E para abrilhantar os olhos, olhem esse lindo navio que eu abasteci:
        
1- Vista do Navio pelo Píer; 2- Sala de Controle de Carga
3 - Escritório do Capitão e a minha mão já coçando pra receber o pagamento hehehe;
4 - Minha Caminhada na Passarela já de saída do navio.

         Termino o Post dizendo o mesmo que o Grande Campeão Renan Barão disse após perder seu cinturão nesse turbulento mês de Maio.
"Vou recuperar o que é meu"

Abraços.
            
            

terça-feira, 3 de junho de 2014

Carpe Diem

            
            É possível estar feliz durante o período de trabalho? É possível ter alegria durante o expediente? Por que chamamos de Happy Hour (hora feliz) apenas o o que vai rolar após a 18ª hora do dia e de uma Sexta Feira, diga-se de passagem?
Quando acreditamos que só essa hora pode ser chamada como o momento da alegria, estamos aceitando que antes desse momento chegar o que prevalece é a tristeza e que até lá, só nos resta sobreviver.
            Já perceberam que desejamos e focamos todas as nossas ansiedades naquilo que não temos? Contemplando um mundo que ainda não existe ao nosso redor?
             “Ai quando eu tiver meu 1º Milhão aí sim eu vou me realizar”, “Ui quando eu estiver no Exterior”. Parece que quando nossos desejos se realizarem, nós nem mais ligaremos pro futuro pois o que queremos curtir mesmo intensamente é o presente (= futuro já realizado).
             
             Acabamos não curtindo o que temos hoje ou simplesmente o que somos atualmente. Tenho que confessar que eu preciso viver mais o presente, fazer minha parte para construir o futuro no tempo que se chama hoje crendo que o amanhã pertence à Deus.
            “Desejo é pelo mundo que falta. Alegria é pelo mundo que não falta pois é um momento em que você se satisfaz, ou se completa pois é a hora em que a vida vale a pena por ela mesma, eu tô me dando muito bem, o mundo é do caramba, é nóis. Não somos só desejo mas também alegria.” (Professor e Palestrante Clóvis de Barros).

            Segue abaixo os 2 Vídeos Super interessantes que inspirou esse Post. Realmente vale a Pena conferir

video


video



            Abraços.